a manta

a manta

a manta

a manta

a manta

Por esta altura já estava assim, aqui já ia um pouco mais adiantada, mas só há uns dias a terminei. Estou contente com o resultado, ainda mais porque a deixei seguir o seu rumo, tentando não pensar muito, deixando o instinto e a sorte seguirem o seu caminho.
Foi acolchoada à mão (durante um Verão abrasador) e tal como as outras mantas que tenho feito, o pesponto não apanha o tecido de trás, assemelhando-se às mantas de retalhos portuguesas ( a diferença é que as minhas levam sempre um recheio para ficar mais quente). Decidi acolchoar à mão (ponto a ponto, acho que não exagero se disser que estão lá milhares – tem mais de um quilómetro de linha) e não me arrependi nem um pouco. O trabalho feito assim é muito meditativo, relaxante, espiritual.

a manta

 

10 thoughts on “a manta”

  1. Ficou muito bonita e alegre, Virgínia.
    Eu também gosto mais de acolchoar as minhas mantas à mão, é mais tranquilo. Confesso que a sua técnica de só apanhar o tecido de cima e o recheio nunca me tinha passado pela cabeça, mas parece-me muito, muito boa.
    Os pontos devem ficar mais certinhos, certo? Vou experimentar. Obrigada.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Inscreva-se com o seu endereço de e-mail e receba notícias nossas!
Scroll to Top