maternidade : motherhood

amamentação + constipação

constipada

Outubro chegou. Sem darmos conta, em poucos dias ficámos constipados. A mãe, que diz que não tem tempo para ficar doente (e não tem) foi a última a se render e tem agora que tratar de si para poder tratar dos seus.

constipada

Evito sempre recorrer a medicamentos quando sei que a natureza me pode ajudar. E enquanto amamentar nenhum fármaco desnecessário entrará neste corpo – chá preto, gengibre, canela, limão e mel são uns dos meus aliados nestes dias. 
Aconselham mais algum?

6 meses

6 meses de maria alecrim
Maria Alecrim fez 6 mesinhos e teve direito a bolo. É calma, doce, curiosa, cheia de vida. Adora o mano, o pai e a mãe. A sua papinha preferida é o leite materno embora goste de experimentar de tudo. Gosta de sair à rua mas gosta ainda mais de chegar a casa. Está quase apta a escrever o seu próprio blog – tem mostrado muito interesse pelo teclado do computador da mãe.

É uma boneca.

amamentar

amamentar

Os dias são dela, as horas são dela, eu sou dela. Por enquanto é impossível voltar à minha antiga rotina que tanta falta me faz. As ideias fervilham, as mãos estão sedentas – mas há que dar tempo ao tempo e desfrutar do agora, que não se repete e passa tão depressa. Este é um tempo precioso.
Já fui casa, agora sou alimento.

Maria Alecrim

Maria Alecrim

Faz amanhã uma semana que decidiu nascer. Tudo correu bem, já estamos em casa e um dia conto a história do seu nome.
É doce, a nossa Maria Alecrim*.

cá dentro

cá dentro

Cá dentro, um pequeno habitante. Não sei o que faz todo o dia, mas sinto que gosta de aqui estar. Um T0 por enquanto espaçoso, temperatura perfeita, ambiente calmo e comfortável – a melhor casa de todas.
E pensar que andamos a vida toda a tentar regressar a este estado.

entre tanto

* foto encontrada aqui

A casa continua por limpar, outra coisa não seria de esperar.

As prendas, na maioria ainda por sair da cabeça.

Novidades para a loja, por fotografar, a culpa é da casa que é escura.

Entretanto:

Encontrei na Pais & Filhos um artigo que me trouxe alguma esperança. Trata-se de uma entrevista ao Dr. Gerd Eldering, especialista em ginecologia, obstretícia e perinatologia na Alemanha que se encontra em Portugal para ajudar os profissionais da MAC a desenvolverem uma unidade de parto natural.

– Quando começou a fazer partos naturais?

– Eu não faço partos, quem faz os partos são as mulheres grávidas.

(…) – Acho que em muitos hospitais portugueses há muita violência: a privacidade não é prioritária. Vi salas de parto, que deviam ter um ambiente íntimo, com um vidro enorme na porta, por onde qualquer pessoa pode espreitar.

(…) – E há ainda a entrada de internos que entram, avaliam ,vêem, etc.

– Acho incrível e inaceitável esse tipo de situações e estou convencido de que se fosse apresentado na União Europeia, haveria consequências. A falta de intimidade dessa forma viola os direitos humanos.

Mais sobre o tema aqui, aqui e claro, aqui.

Agora tenho mesmo que voltar para a máquina de costura.

Scroll to Top