blog facebook instagram

Venho aqui agradecer todos os comentários ao último post. A vossa resposta foi tal que me senti envergonhada por parecer exigir comentários aqui no blogue! A ideia foi chamar à atenção para aquilo que tem vindo a acontecer gradualmente desde que o facebook se intrometeu nas nossas vidas (e eu não sou contra o facebook, vejo-o como uma ferramenta dos nossos dias e com a qual podemos chegar mais longe, em menos tempo) e na vida dos nossos queridos blogues (sim, eu gosto de blogues).
Sendo assim, por favor não se sintam obrigada(o)s a nada, eu gosto de aqui escrever e vou fazê-lo durante muito tempo, tenho a certeza. Mas se vos apetecer dizer um olá ficarei duplamente feliz 🙂
Quanto a mim, voltei a comentar nas casas-mães, ou seja, nos blogues, que é lá que quero deixar algo meu. Uma pequena mudança de hábito.

blog x facebook

for the ♥ of blog
Manter um blog é mais ou menos como deitar ao mar mensagens dentro de garrafas de vidro e esperar que a resposta chegue do outro lado, mais cedo ou mais tarde. É um investimento de tempo e alma. A sua maior recompensa, para além de tudo de bom que pode trazer para a vida de quem o mantém (anos e anos de garrafas ao mar), são os comentários que os seus leitores vão deixando ao passar. Esses comentários vão incentivando o blogger a continuar (ou não), mostrando-lhe quem o lê e porque o lê, muitas vezes ensinando-lhe o caminho a seguir, sem contar com as amizades que vão nascendo, quer pelo mundo virtual, quer real.
Ler um blog pode ser tão bom quanto escrever um. Eu própria sou seguidora de muitos e não passo muito tempo sem fazer uma visita aos meus preferidos. Entramos num mundo à parte, podendo escolher um mundo feito à nossa imagem.
Mas os blogs andam a queixar-se. O facebook roubou-lhes os leitores e os comentários. Ali tudo é mais fácil e rápido, como se quer hoje em dia e o blog passou a ser lido muitas vezes na diagonal, para que haja tempo para tudo (tempo para tudo?). Aparentemente, deixar um comentário num blog consome tempo demais do nosso dia. Será mesmo assim?
Eu tento sempre comentar, dizer um olá, um passei por aqui e gostei. Tanto nos blogs que sigo desde sempre como naqueles que aqui vão deixando comentários (amor com amor se paga). Mas posso fazer melhor. E por saber que posso e devo fazer melhor, comprometo-me a partir de hoje a comentar os blogs nos blogs e o facebook no facebook. Cada macaco no seu galho, dizia o meu bisavô.
E vocês?

Quarto de Mudança

Dar uma arrumação ao blog era algo que estava na minha lista de afazeres há já muito tempo. Passei noites a tentar melhorar a aparência, a organizar as etiquetas… mas tudo o que eu sabia fazer era insuficiente para chegar onde queria chegar. Até que a Sílvia e o Pedro apareceram com uma brilhante ideia chamada Quarto de Mudança. As minhas preces tinham sido ouvidas.
Obrigada pela ajuda – o blog ganhou nova vida! 

loja actualizada

de gansos e de lebres

A loja do blogue está a ser actualizada. A pensar principalmente nas leitoras portuguesas que não estão familiarizadas com a plataforma Etsy, vou publicando aqui também as peças que se encontram disponíveis no momento. Espero que gostem!

®

É muito bom ver um sonho transformar-se em projecto, um projecto em realidade, uma realidade em sonhos maiores. E quando nesse sonho se investe vontade de lutar todos os dias, na maioria noites alargadas depois de dias corridos, muitas vezes contra adversidades que nos magoam mas logo se esquecem porque o sonho comanda a vida e a certeza de que estamos no nosso caminho é toda nossa e só nossa, quando o sonho é genuíno e o vemos materializado fora da casa dos sonhos, sabe mesmo bem continuar a acreditar e a trabalhar.
O Amo-te Mil Milhões® é hoje uma marca registada graças ao meu empenho e ao vosso apoio. Acreditem que vos estou eternamente grata.

Tenho algo a declarar. A De Mãe em Mãe não vai continuar: percebi que é necessário mais tempo do que aquele que tenho. Custa-me porque detesto desistir, mas sinto que não vou conseguir dar-lhe a devida atenção como, aliás, se tem visto.
As roupas já estão embaladas para serem levadas às suas novas casas, onde espero virem a ser muito úteis a quem mais precisa: A Casa da Criança, em Tires e a Associação REMAR, em Cascais.
A quem adicionou a De Mãe em Mãe aos seus favoritos nos respectivos blogs, o meu muito obrigada.
Scroll to Top