vida de mãe : motherhood

5

happy 5!
E de um dia para o outro, cinco. Cinco anos de família e casa cheia, graças à nossa Maria Alecrim. Sem ela a casa não seria a mesma, disso tenho a certeza. Sem ela, não seríamos os mesmos. E eu, que nunca me imaginei mãe de uma menina, aprendo com ela todos os dias.
Uma menina cheia de sonho, de energia, de histórias para contar e de canções para dançar. Nasceu para o palco, esta pequena força da natureza. Tão doce, tão forte. Sinto que veio ao mundo para o conquistar.

happy 5!

Que a vida seja sempre tua aliada, querida sagitariana. Estarei por perto.

trabalhar com a mãe

trabalhar com a mãe

trabalhar com a mãe

trabalhar com a mãe

Ela faz histórias das histórias que lhe conto. 
Ela desenha. Ela corta. Ela rasga. 
Ela passa uma tarde inteira com a plasticina.
Fala, fala, fala, fala. Que gosto tem em falar! 
Diz que quando for grande, que eu me chego para o lado e que costuramos as duas. 
Assim seja.

dias

dias

dias

Os dias passam, eu passo, a vida passa. E eu quero agarrá-la, mostrar-lhe que sou eu que mando, que uma pessoa não chega à idade adulta para isto mas sinto-me derrotada. A vida é quem manda. As carruagens passam por mim a correr, eu aceno com um sorriso esforçado e volto ao que estava a tentar fazer, seja lá o que isso era. Quando me lembro dou umas palmadinhas no ombro, digo a mim própria que o que faço não é para fracos, tomo um chá preto e volto ao que estava a fazer, seja lá o que isso era.
Na agenda, ainda a do ano que já passou, anoto projectos, listas de afazeres, encomendas que vão chegando. São os meus segundos de mulher empresária. Gosto. Mais uma palmadinha no ombro, o tempo é sábio, a altura vai chegar e volto ao que estava a fazer, seja lá o que isso era.
E é isto que vim cá fazer, desabafar um bocadinho e ver se retomo o ritmo, que tudo isto me faz falta e me faz feliz e já vou a sentir-me um bocadinho melhor.

3

3
3 anos conta o calendário. Eu conto uma vida inteira, uma nova vida, tão grande quanto ela. 
Ela é o sol da nossa vida – um sol rosa, porque é assim que ela vê o mundo.
Amo-te Mil Milhões, senhorita Alecrim!

a vida quase a andar para a frente

a tentar voltar ao trabalho
A vontade de voltar ao trabalho é muita mas o tempo que me resta depois de todas as outras tarefas diárias não é nenhum.
À procura de uma escolinha simpática para a senhorita Alecrim, porque é esse o seu desejo. As públicas não têm vagas, as privadas são muito caras. 
Tentei mudar um pouco a cara da lebre. Depois de muitos rabiscos, fiz esta à direita.  Gostava de saber a vossa opinião. 
Uma fotografia tirada pelo telemóvel e dez minutos corridos para escrever. É isto que tenho por hoje!
Uma boa semana a todos!

para ele

para ele

para ele

Os tecidos escolhidos por ele esperavam por mim há meses. Foi necessário um “eu gosto das coisas que tu fazes, mãe” para eu saltar para a máquina de costura e num serão lhe fazer os prometidos calções de pijama. 
Por não encontrar um molde de calções para rapaz para o seu tamanho decidi fazê-lo a olho, isto é, traçando o molde com a ajuda de um par de calças já existentes. 
E ele gostou – muito. E eu gosto de o ver tão confortável com eles. E gosto de saber fazer.
E gosto dele – muito.
E vocês? Conhecem moldes para rapaz / homem que recomendem? 

wip hairport

wip hairport
wip hairport

wip hairport

Durante anos (desde que começou a cortar o cabelo) ouvimos dizer que o seu cabelo não dava para o que queríamos fazer dele (quando o que queríamos era o mais simples). Que para além de ter muito, era muito forte. E elogiavam-no e davam-lhe os parabéns mas que simplesmente não dava. 
Chegámos a cortá-lo em casa, depois optámos por deixar crescer, sempre com a certeza que o cabelo não tinha nada de errado, muito pelo contrário. 
Até que um dia, depois de muito dinheiro mal gasto e muitas desilusões decidi tentar esta casa. 
E fomos felizes para sempre.

rabiscar a toalha

DSCN1061

rabiscar a toalha

DSCN1061

As férias pedem ainda mais ideias para manter as crianças ocupadas. O Quarto das Brincadeiras convidou-me a partilhar com os seus leitores uma actividade que goste de desenvolver com o M. e a M. e esta foi a que me ocorreu.
Uma toalha de mesa velha, umas canetas para têxtil e liberdade para rabiscar. Na falta de uma toalha disponível há sempre um pano da louça sem graça a gritar por originalidade.
Obrigada ao Quarto das Brincadeiras pelo convite e que conte muitos anos de vida de ideias diárias!
Scroll to Top