lebre de Setembro

nova lebre

nova lebre

nova lebre

nova lebre

Os dias têm passado a correr. 
Sejamos sinceras, os dias não correm. Quem corre somos nós. 
Tenho passado os dias a correr. 
Também não é bem verdade. Só costumo correr ao fim do dia quando já estou atrasada para ir buscar a senhorita Alecrim. 
Recomeçando. 
Não tenho desperdiçado um minuto dos meus dias. Ultimamente tenho estado mais por aqui mas isso não quer dizer que o Amo-te Mil Milhões tenha sido posto de lado. 
Nasceu há poucos dias uma lebre. Admirou-se por estar tanto calor e precavida como é, pediu-me uma capa quentinha. Percebi e pisquei-lhe o olho. Gostamos de sol mas não há nada como um bom aconchego.

1 comentário em “lebre de Setembro”

Deixe um comentário